sexta-feira, 21 de agosto de 2009


5 comentários:

Miguel disse...

Que monte sutil de interações homem-mulher. Ou as interações seriam sutis? Bom, digo que gostei desse amor.

Almendanha disse...

olá Ze!

" Sou estilhaço de eco", muito bom o poema, principalmente este verso que me chamou atenção...grande sonoridade lírica...é disso que também gosto...do intenso gosto de falar do amor...

parabéns...

abração

Rosalinda disse...

q lindesa é essa?
quase pedi esse pedaço de xocolate
q o amor deita no café.
he,he,he!
Beijos

Marcos disse...

É como se um romance inteiro tivesse sido condensado em um poema! Um testamento, que poderia se chamar Amar Vale a Pena... Muito lindo, Zenilda!

Jose Carlos de Lucena Guedes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.