terça-feira, 29 de março de 2011

Noticiazinha dos últimos dias

É muito verdade que foi um sucesso a apresentação Elas Por Eles.

Troquei a saia hipie por um terno garboso, numa obrigação voluntária e deliciosa.

Usei chapéu comprado na França que o Paulinho emprestou.

Sônia Gabriel é tudo que se precisa para reinventar a lei do afeto e

por falar em afeto minha metade catou mala, cuia e se mandou de férias pro Nordeste.

Morri de saudades.

Faltei na Pós.

Com Brisa a tiracolo deixei de ser tímida na hora certa.

Poesia no Prato ganhou homenagem.

Arnaldo do Releitura informou que escolheu UM dos meus poemetos para compor a leva de abril




e o Pablo Gonzalez fez resenha do Aparador.




Céu cor de anil, eu mereço!

Josie Mello veio passear em São José e sequer nos vimos.

Bagagem descampada de amor...

Ana Morena e seus 25 anos de carreira, show inimitável e lindo na comedoria do SESC vesti flor e fui sorrindo.

Fiquei sabendo que o Paxá o cão mais amigo da Bea Galvão não está mais aqui...

Preenchi formulários, recrutei afagos, esqueci de me inscrever na Bienal.

Fui platéia. Macabéa atropelada cheia de reticência...

Atrasei entrega de artigo encomendado.

Deixei que a alegria da Leitura no Bosque me efetivasse.

Manejei com afinco algumas paisagens e segredos do ofício.

A Assistência Social também tem seus vincos de plenilunio.

Oh mulherzinha complexa!

Reativei a chama do sentido e dei à vida um tempo de recreio.

Abri um vinho.

Fiz miojo com cenoura e sem abreviar a raiva do Ministro Fux fiquei ouvindo o repetir de uma Marisa semi-doce:


“Amor,I love you Amor,I love you Amor, I love you Amor, I love you”.

4 comentários:

Mistérios do Vale disse...

E de onde é que vem tanta força?
Das saias coloridas, tenho certeza!
Sônia Gabriel

mural do ajosan disse...

É mesmo, faço a mesma pergunta que a Sônia: de onde vem toda essa força?! abraços.

Zenilda Lua disse...

De vocês meus amigos.
De vocês.
Da certeza iluminada de suas existências.
Vocês deixam minha vida muito mais
cheia de futuro, força, propósito, cor e
ramos de alegria recém colhidas.
Um abraço terno

Clarinhaaa disse...

Noooossa...
queria ser uma osquinha, quer dizer, uma borboleta para estar do seu lado!!

Que delíciaaa!!!

Beijos
Ahhh, o BLOG esta com novidades. Os textos estão sendo narrados por mim. Para ouvir, basta um click. http://aclaragalvao.blogspot.com/ - CONFIRA