sexta-feira, 19 de junho de 2009

Necessidade de Sol




3 comentários:

Marcos disse...

Sua poesia é delicada, concisa... mas tão intensa no sentido! Fez um par perfeito com as flores da imagem. Um presente perfumado pra inteligência. Obrigado.

Zenilda Lua disse...

Marcos,
eu digo obrigada!!!
Reluto em não responder os comentários mas não aguento!!!!
Quando não respondo é como se estivesse ignorando as amorosidades
que sempre me florescem e instiga-me a continuar
Perdoem, sou poeta menor.
Adorei tua visita Marcos, adorei!

DEBORA PAIVA disse...

poesia doce de se sentir... saudades desse sol, chamado Zenilda Lua!